Por que eu sei que o feminismo está certo?

Porque feminismo quer acabar com todas as formas de discriminação e opressão. Lutamos pelo fim da misoginia e sexismo e nos solidarizamos com a luta contra o racismo, a homofobia e todos os preconceitos que causam desigualdade.

Queremos um mundo onde todos sejam iguais e tenham plenos direitos. Dados das Nações Unidas indicam que são femininos 80% da militância ecológica, 90% da militância contra a guerra e 70% da militância contra a pobreza.

Queremos que as mulheres possam ser livres de papéis determinados e opressores e estendemos isso para todos. Não só para as mulheres. É claro que nosso foco são as causas femininas, mas todas nos interessam porque identificamos que a origem de todos os problemas está num modelo de sociedade que cria privilegiados e explorados, discriminadores e discriminados, opressores e oprimidos. E é contra essa sociedade hierárquica que se baseia no poder de uns e desempoderamento de outros que somos contra.

Fundo das Nações Unidas para a População: “A raça humana vem saqueando a Terra de forma insustentável e dar às mulheres maior poder de decisão sobre o seu futuro pode salvar o planeta a destruição”

Entendemos que por sermos metade da humanidade, não existe mulher que não esteja sofrendo todo tipo de opressão e discriminação, pois somos:  mulheres e negras, mulheres e lésbicas, mulheres e classe trabalhadora e etc. Nossa luta por liberdade e igualdade social, política, econômica, cultural e sexual é a luta para o bem-estar de todos, pois se libertamos uma parcela que é mais explorada, duplamente explorada, por ser mulher e por estar inserida em outras categorias que sofrem opressão, estamos colaborando para um mundo menos injusto e melhor para todos.

O relatório Engendering Development (“Dando Gênero ao Desenvolvimento”), lançado em 2002 pelo Banco Mundial, afirma que os países em que a igualdade de gênero na política é menor “pagam um preço alto no que diz respeito à sua habilidade de desenvolvimento e redução de pobreza”. Ou seja: países mais machistas são mais pobres. Simples assim.

Sem a luta feminista, sem a melhoria das condições de vida das mulheres, nada mudará para melhor no mundo e nenhuma conquista será permanente. Aqueles que combatem as conquistas feministas, que são indiferentes ao movimento das mulheres, são os mesmos que pelo seu posicionamento ou indiferença anti-feminista, colaboram ou querem a manutenção dessa sociedade predadora, bélica, patriarcal e exploradora de um ser humano por outro.

Rose Marie Muraro sobre Marta Suplicy “quando era deputada, pediu uma verba para fazer uma grande campanha para os homens trabalharem dentro de casa. Os deputados homens ficaram ofendidíssimos e ela disse isto: “Pois, vocês fazem estradas, casas, fábricas, e as cabeças continuam a mesma coisa. Eu quero modificar as cabeças, porque no momento em que a criança vê a mãe e o pai trabalhando juntos, a sociedade autoritária a médio prazo cai. Porque a criança já tem como modelo, não uns batendo e outros apanhando, e uns sendo excluídos e os outros excluindo, mas sim uma sociedade democrática e pluralista” – Isto é uma mulher no poder.”

Sem as mulheres, não há socialismo, progresso, paz, preservação da natureza, justiça, democracia, pois nenhum desses ideais se concretiza se uma parcela da humanidade, a metade dela, for mantida em situação de inferioridade.

Por isso o feminismo está certo. Sempre esteve e estará. Sem as mulheres não existe luta por uma sociedade melhor e mais justa.

Textos relacionados:

Movimento feminista

O medo do feminismo entre as mulheres

O que é o feminismo e que desafios apresenta

Auto-estima das mulheres com o feminismo 

Para redescobrir o feminismo

Livros feministas


4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Maçãs Podres
    jan 20, 2011 @ 22:55:50

    Pelo óbvio, por tudo que nos aproxima e pelo texto conciso e objetivo, gostariamos de saber se podemos publicá-lo no “maçãs podres”. Com o link daqui e os devidos créditos?

    Saudações Feministas

%d blogueiros gostam disto: